As vantagens e as desvantagens do consumo de suplementos de creatina

As vantagens e as desvantagens do consumo de suplementos de creatina Leave a comment

A creatina, do grego kreas, que significa carne, é um composto de aminoácidos encontrado nas fibras musculares e no cérebro. Os aminoácidos da creatina são considerados não essenciais, ou seja, são produzidos no nosso próprio organismo, mais especificamente, no fígado e nos rins, que produzem uma quantidade considerada metade do necessário, sendo a outra metade obtida por meio de – a origem da palavra já denuncia: – ingestão de carne.

Ao ser produzida, ela participa do processo de produção de moléculas de ATP (adenosina trifosfato) e é transportada pela corrente sanguínea até os tecidos musculares, para os quais ela produz energia. Por conseguinte, as pessoas que têm interesse em elevar seus níveis de ATP a fim de aumentar sua energia, procuram suplementos de creatina, que podem ser encontrados principalmente na forma de pó, mas também em cápsulas e comprimidos.

As vantagens e as desvantagens do consumo de suplementos de creatina:

A suplementação de creatina já foi considerada por muitos médicos um risco de comprometimento dos rins e do fígado, mas ele vem sendo descartado depois de muitas pesquisas terem sido feitas a respeito e nenhuma ter comprovado isso. As vantagens e as desvantagens do consumo de suplementos de creatina

Pode ser arriscado, entretanto, consumir a suplementação tendo tendência a formação de cálculos renais, pois ela provoca retenção de líquidos devido a um aumento da capacidade de absorção de água das células, que também confere aos músculos mais volume, o que pode ser considerado negativo porque ao se cessar o uso do complemento, é possível que o líquido retido reduza e, consequentemente, o volume adquirido também. Existem, ainda, hipóteses não comprovadas que apontam efeitos colaterais como aumento da oleosidade da pele, agravamento de asma, um efeito citotóxico que impediria o crescimento da célula e problemas estomacais, nesse caso, possivelmente seguidos de desidratação e, assim, possível câimbra.

As vantagens e as desvantagens do consumo de suplementos de creatina – Importância da creatina

Além disso, a qualidade do sono pode ser comprometida caso o composto tenha cafeína, o que provavelmente se resolverá com a substituição pela creatina monohidrato pura.
Em contrapartida, os benefícios percebidos no treino com uso da suplementação de creatina são muitos, como: mais energia nas atividades físicas intensas e curtas, ganho de força muscular e potencialização do desempenho nos treinos, diminuição do tempo de recuperação dos músculos entre um exercício físico e outro, aumento dos músculos por meio do aumento da produção de energia, redução de danos às células musculares, diminuindo a inflamação após exercícios pesados, queima de gordura devido à manutenção do tecido muscular magro metabolicamente ativo, diminuição da gordura corporal devido ao aumento das contrações musculares e fortalecimento dos músculos somado à melhora da resistência, podendo gerar, ainda, melhora na saúde cardíaca e de distúrbios neuromusculares.

Além disso, estudos clínicos mostram que o uso da creatina pode melhorar os resultados de tratamentos de condições relacionadas a perda de força muscular e atrofia, como a distrofia muscular e a ELA (esclerose lateral amiotrófica), da diabetes tipo 2, por ajudar no controle do açúcar no sangue e, até do Parkinson, por atuar estabilizando a função mitocondrial e agir como antioxidante. Existem, ainda, estudos que apontam o suplemento monohidratado como benéfico para as funções cerebrais, incluindo a memória, para o metabolismo e a qualidade muscular de idosos, evitando a perda de massa muscular recorrente nessa faixa etária, e para a prevenção e tratamento do Alzheimer, cuja deterioração do metabolismo da creatina é caraterístico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

All search results